Home Artigo A inovação no sistema de gerenciamento de EPIs: 3M Connected Safety
0

A inovação no sistema de gerenciamento de EPIs: 3M Connected Safety

0
0

Por Eric Alvarez e Fabiano Fumes

Atualmente, nossos hábitos de comunicação e de acesso à informação estão passando por uma grande mudança, dada a alta disponibilidade dos mais diversos dados em tempo real e ao alcance de nossas mãos. Seja por meio de celulares ou de computadores, conseguimos, rapidamente, localizar e filtrar a informação que necessitamos e, com isso, tomar decisões mais rápidas e assertivas. Esse contexto está presente tanto na vida pessoal quanto na profissional.

Considerando o ambiente altamente competitivo e complexo das corporações, essas facilidades decorrentes da grande disponibilidade de informações não poderiam ser ignoradas. Assim, nasce o conceito da indústria 4.0 e da Internet das Coisas (IoT – Internet of Things, em inglês), baseada na ideia de que os objetos realizam intercâmbio de dados entre si e, consequentemente, possibilitam a rápida tomada de decisões e otimização de processos. Essa evolução tem transformado os ambientes produtivos e gerado investimentos de grande porte por parte das empresas.

Dada a importância da saúde e segurança dos trabalhadores e a inerente complexidade dessa atividade, a 3M  lançou o sistema de gerenciamento 3M Connected Safety® – Módulo de Inspeção e Gerenciamento.

A 3M vem traçando um novo caminho para se conectar ao cliente final, estendendo suas atividades para a área de serviços relacionados à saúde e à segurança. Dessa forma, é oferecido um pacote mais completo, contando com o oferecimento conjunto de serviços e produtos.

A boa gestão dos processos de segurança do trabalho, que envolvem Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), colaboradores e áreas de trabalho, é fundamental para garantir e controlar a segurança dos profissionais. Desenvolvido para proporcionar o controle das informações de equipamentos, usuários de EPIs e áreas de trabalho, o 3M Connected Safety® é um software que armazena dados em nuvem e permite acesso móvel via celular e via computadores.

A ferramenta possibilita a inclusão de informações relacionadas aos EPIs, como: tipo, fabricante, data de validade, rotina de trocas, entre outros. Para os funcionários, mostra qual a proteção adequada para sua atividade em fábrica, treinamentos requeridos e exames médicos. Por sua vez, para áreas de trabalho alerta sobre as rotinas de inspeção necessárias.

Oferece a consolidação e a centralização de um banco de dados completo e em nuvem, contendo informações referentes ao universo da saúde e segurança do trabalho de uma empresa. Uma das principais vantagens é a geração automática de relatórios, que facilitam a tomada de decisões.

Já o armazenamento dos dados em uma nuvem protegida garante que não sejam necessários grandes esforços de integração com os softwares de gestão já operantes em cada uma das empresas. Além disso, é possível controlar o acesso aos EPIs por cada trabalhador, garantindo que não haja desperdícios e que cada trabalhador utilize os equipamentos mais adequados à sua atividade e àqueles em que foi treinado para o uso correto.

O armazenamento dos dados pode ser realizado manualmente por meio da leitura de código de barras de crachás e produtos, utilizando-se para isso a própria câmera do telefone celular. Outra possibilidade é a utilização de tags 3M, que são pequenos dispositivos com identificação por radiofrequência (RFID) coladas em EPIs ou áreas de trabalho, passíveis de armazenar dados como rotinas de inspeção, custódia do EPI e informações de entrega, troca e manutenção.

A leitura dessas tags também é feita por meio de um telefone celular que possua tecnologia NFC. Visto que os celulares estão presentes em todos os lugares, uma grande vantagem desta tecnologia de gerenciamento de EPIs é não exigir dispositivos de leitura adicionais, que poderiam representar um custo extra e maior dificuldade de operação no ambiente produtivo.

Seguindo esta linha de oferecimento de serviços, a 3M também oferece aos clientes outras plataformas eletrônicas úteis para a criação de Programas de Proteção Respiratória e Conservação Auditiva, disponibilizando ferramentas eletrônicas (plataforma web e tablet) para gerenciamento desses programas. A execução deste serviço conta com um time qualificado, que atua desde a visita para mapeamento das áreas, passando pelos ensaios de vedação quantitativos, treinamentos aos usuários finais e times gerenciais e auditorias anuais.

Em se tratando de ensaios de vedação quantitativos em clientes, a 3M está atuante nesse cenário há aproximadamente 2 anos e já foram realizados mais de 2000 testes em protetores respiratórios e auditivos de clientes. A grande diferença entre os ensaios qualitativos e quantitativos está na subjetividade do resultado gerado por um teste qualitativo. Esses testes possuem uma grande dependência das respostas e percepções de cada usuário, além de aspectos sensoriais olfativos e do paladar, que podem influenciar o resultado do ensaio e gerar resultados pouco confiáveis.

– Eric Alvarez – engenheiro, mestre em engenharia metalúrgica e atua como engenheiro de aplicação de produtos e serviços na 3M do Brasil, na Divisão de Segurança Pessoal (PSD – Personal Safety Division).

Fabiano Fumes – engenheiro de controle e automação e atua como engenheiro de desenvolvimento de produtos na 3M do Brasil, na Divisão de Segurança Pessoal (PSD – Personal Safety Division).

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *