Presidente da Fundacentro quer ampliar ações da entidade no país

Diante dos grandes desafios do país para a retomada do crescimento e aumento do emprego, Paulo Arsego, presidente da Fundacentro, que assumiu o comando da entidade em novembro de 2016, já deixou claras as prioridades da sua gestão: ampliar a visibilidade e atuação da instituição em todo o território nacional.

Segundo especialistas, a conta dos prejuízos causados pelo número elevado de doenças e acidentes de trabalho pode passar de R$ 100 bilhões por ano. A estimativa leva em conta o pagamento de benefícios previdenciários, atendimentos do SUS, gastos com reabilitação e ações judiciais, além de outros custos que escapam das estatísticas.

Para Arsego, um centro de estudos e pesquisas como a Fundacentro, com 50 anos de existência, considerada referência internacional, precisa retomar o protagonismo da prevenção de doenças e acidentes de trabalho. “O objetivo é contribuir ainda mais para minimizar os impactos das ocorrências no nível de emprego, na produtividade e na qualidade de vida dos trabalhadores”, explica. Para ampliar a atuação e a base territorial da entidade, hoje presente em 12 estados, uma das estratégias de Arsego é firmar parcerias com organizações públicas e privadas, que passam a contar com o know-how dos especialistas da instituição.

“Estamos fazendo essas parcerias por meio de termos de cooperação, convênios e contratos de cooperação. Como nós temos experiência em pesquisa, a nossa proposta é contribuir com o desenvolvimento de ações dos parceiros e atuar como supervisores”, ressalta o presidente da Fundacentro. Além da parceria firmada com o Instituto Superior de Inovação e Tecnologia (Isitec), já estão em andamento acordos com o Ministério Público do Trabalho de São Paulo, Federação dos Correios, Sindicato dos Engenheiros, além de organizações do setor da construção, como Feticom e Sintracom.

Arsego quer também intensificar as pesquisas de campo, intermediar o diálogo entre trabalhadores, empresários e o governo, além de promover maior aproximação com os profissionais de segurança e saúde no trabalho que atuam no mercado. Com duração de 5 minutos, a entrevista com o presidente da Fundacentro está disponível no podcast Podprevenir desta semana.

Envie o seu comentário

Por favor, digite seu nome

Digite seu nome

Por favor, insira um endereço de e-mail válido

Digite um endereço de e-mail

Por favor, digite a sua mensagem

Revista Cipa © 2017 Todos os direitos reservados

Grupo Cipa Fiera Milano | Avenida Angélica, 2491 – São Paulo – Brasil - Tel: +55 11 5585.4355