São Paulo terá III Conferência Municipal sobre Ruído e manifesto do silêncio

Em São Paulo, a questão da poluição sonora aparece com destaque no ranking das queixas encaminhadas à Ouvidoria Geral do Município. Entre as várias faces do problema, que é inclusive de caráter de saúde, o ruído pode afetar a capacidade de aprendizado de crianças, jovens e adultos diminuindo o desempenho educacional dos que residem na cidade. Para discutir e levar a público esses e outros debates, nos dias 27 e 28 de abril, a Câmara Municipal de São Paulo, por meio do gabinete do vereador Andrea Matarazzo e da ProAcústica (Associação Brasileira para Qualidade Acústica) realizam, em parceria, ações para conscientizar a população sobre a importância do tema.

Na quarta-feira (27), é celebrado o Dia Internacional da Conscientização sobre o Ruído (INAD). Na ocasião, está programada a medição de ruído e projeção do Mapa Sonoro, em tempo real, na região da Avenida Paulista próximo à Casa das Rosas, ao Hospital Santa Catarina e à Escola Estadual Rodrigues Alves.

O ato será complementado com o “Manifesto do Silêncio” que terá, entre suas principais atividades, a participação dos alunos da EMEF Escola Municipal Desembargador Amorim Lima, da Vila Indiana, na zona Oeste de São Paulo. Eles bloquearão a avenida Paulista nos dois sentidos por um minuto, entre 14h25 e 14h26, vestindo camisetas brancas e portando cartazes brancos em protesto contra a poluição sonora. A pausa de 60 segundos será realizada de forma simultânea em vários países pelo mundo e faz parte de uma campanha que tem mais de 21 anos, realizada pela League for the Hard of Hearing, atualmente chamada de Center for Hearing and Comunication, de Nova Iorque (EUA). A entidade promove em escala global o evento de conscientização para destacar o impacto do ruído na vida cotidiana das pessoas e proporcionar aos participantes a oportunidade de conscientização sobre um problema que atinge a todos.

O manifesto foi criado seguindo a temática da ação educativa de conscientização para a problemática do ruído por meio da campanha “Ruído: a solução está na educação!”, promovida pelo INAD Brasil (www.inadbrasil.org), com apoio nacional da ProAcústica.

No dia seguinte (28), acontece a III Conferência Municipal sobre Ruído, Vibração e Perturbação Sonora, com o objetivo de alertar e sensibilizar os diversos públicos acerca de temas como “Educação, saúde e poluição sonora”, “Mobilidade, ruído e vibração” “Construção Civil e Código de Obras” e “Fontes de Ruído: perturbações que impactam a população”.

As discussões para enfrentar a poluição sonora bem como medidas possíveis de solução e mitigação, acontecem no contexto dos impactos da nova Lei de Uso e Ocupação do Solo; da expectativa de aprovação, em segunda e última votação, do PL 75/2013 Mapa do Ruído Urbano, para fixar metas e prazos para redução de barulho na cidade e do início da tramitação do novo Código de Obras, na Câmara Municipal de São Paulo.

Com caráter suprapartidário, o evento conta com apoio dos vereadores Aurélio Nomura, Gilberto Natalini, Ricardo Young, Paulo Frange, Antonio Donato e Ari Friedenbach e do GT (Grupo Técnico de Trabalho) formado pela Câmara Municipal de São Paulo (gabinete do vereador Andrea Matarazzo); ProAcústica e por representantes de organizações da sociedade civil, assessorias parlamentares, órgãos de classe e dos setores empresarial e acadêmico, que organiza a Conferência propondo ações normativas e administrativas. A III Conferência Municipal sobre Ruído, Vibração e Perturbação Sonora ocorre na Câmara Municipal de São Paulo, no salão nobre Presidente João Brasil Vita.

Poluição sonora
Dados da OMS (Organização Mundial da Saúde) mostram que o ruído está entre as três maiores causas de poluição ambiental, ao lado da poluição da água e do ar. Em função disso, 10% da população mundial têm alguma deficiência auditiva. Mas além das perdas auditivas, o ruído em excesso também causa uma série de doenças como problemas cardiovasculares, insônia, pressão alta, stress, irritabilidade, agressividade e afeta a capacidade de aprendizado, interferindo, portanto, na qualidade de vida como um todo.

EVENTO
3a Conferência Municipal sobre Ruído, Vibração e Perturbação Sonora

27/04/16 | INAD Dia Internacional da Conscientização sobre o Ruído
Local | Avenida Paulista, região próxima à Casa das Rosas, ao Hospital Santa Catarina e à Escola Estadual Rodrigues Alves
Horário | dia todo, sendo que o “Manifesto do Silêncio” acontece entre 14h25 e 14h26

28/04/16 | Conferência
Local | Câmara Municipal de São Paulo – Salão Nobre Presidente João Brasil Vita – 8º Andar
Endereço | Palácio Anchieta – Viaduto Jacareí, 100 – Bela Vista/São Paulo, SP – Brasil
Horário | das 16h00 às 22h15

Programação
16h      | Credenciamento
16h30 | Abertura oficial da Conferência Municipal
17h      | Painel 1 – Educação, saúde e poluição sonora: desafio dos centros urbanos
18h15  | Painel 2 – Mobilidade, ruído e vibração
19h30 | Intervalo
19h45 | Painel 3 – Construção Civil e Código de Obras
21h      | Painel 4 – Fontes de Ruído: perturbações que impactam a população
22h15 | Encerramento

Mais informações | www.conferenciaruidosp.com.br
Inscrições gratuitas | www.conferenciaruidosp.com.br/inscricao.html

Envie o seu comentário

Por favor, digite seu nome

Digite seu nome

Por favor, insira um endereço de e-mail válido

Digite um endereço de e-mail

Por favor, digite a sua mensagem

Revista Cipa © 2017 Todos os direitos reservados

Grupo Cipa Fiera Milano | Avenida Angélica, 2491 – São Paulo – Brasil - Tel: +55 11 5585.4355