Uso de elevador de carga requer atenção a instalação, operação e manutenção

0

O acidente que vitimou um trabalhador de 28 anos, em janeiro último, após o elevador de carga que operava em um prédio em construção de nove andares despencar de 30 metros de altura, em Capão da Canoa, RS, levantou a pauta sobre a importância na manutenção, vistoria e capacitação na utilização desse equipamento na construção civil.

Em entrevista ao SBT Brasil, Nanci Walter, presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio Grande do Sul (Crea-RS), explica que esse tipo de elevador é considerado seguro: “Essa versão mais moderna de elevador tem todo um regramento de montagem e desmontagem e é realmente mais seguro. Para quem trabalha em construção e usava outro tipo de elevador, considerado anteriormente como não seguro, teve que se adaptar ao olhar da Segurança do Trabalho para operar esse novo modelo”, esclarece.

A presidente do Crea-RS, acrescenta que a ida à obra ocorreu mais de uma vez no último ano e não foram encontradas irregularidades. “É difícil explicar o que houve, mas é preciso salientar que um engenheiro mecânico deve acompanhar cada alteração em um equipamento como esse durante a obra. Para o Crea, todos os profissionais estavam devidamente legalizados para fazer a construção”, salienta,ao Gaúcha Zero Hora (GZH).

 

Regulação e verificação do elevador de carga

 

O elevador de carga precisa atender uma série de Normas Regulamentadoras, que vão desde a NR-35, que trata de trabalho em altura e passou recentemente por atualizações, até as NR-11 (Transporte, Movimentação, Armazenagem e Manuseio de Materiais) e NR-33 (Segurança e Saúde nos Trabalhos em Espaços Confinados).

Vale lembrar que é de extrema importância a contratação de uma empresa especializada para fazer uma vistoria no local para verificar as condições e local onde está instalado o elevador de carga. Segundo reportagem do SBT News, essa vistoria ocorreu em dezembro.

“Além de manter conformidade com as normas, todo projeto de implantação do elevador de carga deve receber a Anotação de Responsabilidade Técnica (ART/CREA). O documento é uma definição de efeitos legais dos responsáveis técnicos pela elaboração do projeto, fabricação e instalação do elevador de carga”, informa artigo da empresa de elevadores MRSul.

Foto: reprodução

Deixe uma Resposta

Seu comentário aguarda moderação.

Captcha Plus loading...

PATROCÍNIO

VOCÊ GANHOU UM CUPOM DE DESCONTO!

Utilize o CUPOM CIPA10 e tenha 10% de Desconto na Assinatura de qualquer Plano da Revista Cipa & Incêndio.

USAR MEU CUPOM CIPA10
*Essa promoção não é válida para quem já é assinante da revista e não é cumulativa com outras promoções.
close-link