O “direito de se desconectar” e as implicações na saúde do trabalhador

A lei apelidada como ‘O direito de se desconectar’ que entrou em vigor na França em janeiro deste ano confere aos trabalhadores o direito de não responder e-mails fora do horário de trabalho. Desde 2000, os franceses possuem carga horária de 35 horas semanais.

Empresas com mais de 50 funcionários estão se adaptando à nova lei estabelecendo quais os dias e horários – como fim de semana e períodos noturnos – os colaboradores estarão cobertos pela nova medida em uma carta de boa conduta. A intenção da medida é oferecer respaldo àqueles empregados que deixam o escritório, porém não conseguem se desligar completamente do trabalho pelo compromisso eletrônico de responder textos ou mensagens instantâneas em horários de folga.

Uma pesquisa realizada pela Bain & Company com grandes empresas globais mostrou que executivos seniores estão gastando grande parte do seu tempo com as comunicações eletrônicas organizacionais, incluindo e-mails e mensagens instantâneas. A média é de 200 e-mails diários disparados. Já os gerentes gastam cerca de oito horas por semana enviando, lendo e respondendo comunicações eletrônicas; dentro deste período, 25% do tempo gasto é para lidar com e-mails recebidos desnecessariamente, enquanto os outros 25% envolvem mensagens que os funcionários não precisavam ter respondido.

Patrick Thiebart, advogado trabalhista francês, disse à National Public Radio que as implicações de não permitir que os funcionários se desconectem são significativas a longo prazo . “Se um funcionário recebe e-mails durante todos os fins de semana e à noite até às 11 da noite, posso garantir que em determinado momento, isso pode afetar negativamente sua saúde”, diz.

Para que este problema seja “amenizado’”, as novas tendências de comunicações unificadas em nuvem (UCaaS) possuem assets que podem ser bons aliados nos países que ainda não existem leis para este tipo de situação. A plataforma BroadSoft Business com soluções para integração do time de trabalho, mensagens instantâneas, áudio e videoconferências em HD e soluções para contact centers em aplicativos permite que as empresas e seus colaboradores configurem horários para a aplicação receber mensagens e alertas somente no intervalo de tempo desejado.

A situação ainda está longe de ser resolvida, porém as novas tecnologias prometem ajudar o trabalhador neste problema cotidiano que o priva do convívio familiar e dias de descanso longe das comunicações eletrônicas organizacionais.

Envie o seu comentário

Por favor, digite seu nome

Digite seu nome

Por favor, insira um endereço de e-mail válido

Digite um endereço de e-mail

Por favor, digite a sua mensagem

Revista Cipa © 2017 Todos os direitos reservados

Grupo Cipa Fiera Milano | Avenida Angélica, 2491 – São Paulo – Brasil - Tel: +55 11 5585.4355