Amianto: Anamt publica nota de repúdio à Portaria n 1.287, do MTE

0

A Anamt (Associação Nacional de Medicina do Trabalho) publicou uma nota de repúdio à Portaria n0 1287, divulgada pelo MTE (Ministério do Trabalho e Emprego) no dia 30 de setembro, que institui uma comissão especial para debater o uso do amianto.

De acordo com a nota, “(…) Os médicos, de modo particular, têm a obrigação de denunciar e lutar contra a banalização da saúde e da vida, não apenas dos trabalhadores da cadeia produtiva do amianto no Brasil, mas, também das populações não ocupacionalmente expostas, mais vulneráveis, mais desinformadas, e mais indefesas, que se expõem às fibras de amianto crisotila nos vários momentos do seu “ciclo de vida”, caracterizando um grave problema de Saúde Pública, o qual extrapola – em muito – a competência de quem instituiu a referida Comissão!

(…) A questão é grave, pois ela desconsidera uma longa história de lutas e avanços duramente conquistados, no Brasil e no mundo, e que – a exemplo de mais de 50 países – culminaram na proibição total (banimento) da extração, industrialização, comercialização, transporte e uso do amianto crisotila e seus produtos, em pelo menos cinco estados da federação (Mato Grosso, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo), e em aproximadamente 23 municípios, incluindo várias capitais de estados.”

Clique aqui para ler a íntegra da nota

Leave A Reply

Your email address will not be published.