Dia Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho. Veja os números

0

O acidente de trabalho é aquele que ocorre durante o serviço ou no trajeto entre a residência e o local de trabalho, provocando lesão corporal ou perturbação funcional, acarretando a perda ou redução da capacidade para o trabalho e, em último caso, até a morte. Além disso, as doenças ocupacionais podem ser enquadradas nessa categoria.

Para chamar a atenção sobre o tema, comemoramos hoje o Dia Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho. A data tornou-se oficial em 1972, depois de regulamentada a formação técnica em Segurança e Medicina do Trabalho.

Os acidentes podem ser causados por fatores naturais ou por falta de medidas de proteção. Por isso, é fundamental o uso correto de equipamentos de segurança, a realização de exames médicos periódicos e a implantação do Plano de Prevenção de Riscos Ambientais, entre outros.

Para os profissionais de saúde, que salvam vidas, é ainda mais importante evitar os acidentes de trabalho. A conscientização dos profissionais e o esforço para aplicar medidas de segurança coletivas e individuais são as melhores medidas de prevenção.

Veja os números atuais do setor, com base no Observatório de Saúde e Segurança do Trabalho:

  • Mais de cinco milhões e meio de acidentes ocupacionais foram registrados no país de 2012 até 2020: uma notificação a cada 49 segundos
  • Mais de 20 mil mortes (2012 a 2020): um óbito a cada 3 horas e 43 minutos
  • Mais de 430 mil dias de trabalho perdidos por Afastamentos Acidentários (2012-2020)
  • 96 bilhões gastos com Afastamentos Acidentários desde 2012.
  • Mais de três milhões de Notificações no Sistema Nacional de Agravos de Notificação (Sinan) desde 2012 (SUS) – 1 notificação a cada 2m 19s
Lesões mais frequentes
1. corte, laceração, ferida contusa, punctura: 734.515
2. fratura: 610.325
3. contusão, esmagamento (superfície cutânea): 547.441
4. distensão, torção: 321.437
5. lesão imediata: 285.265
Municípios com afastamentos acidentários

1. São Paulo/SP: 109.080
2. Rio de Janeiro/RJ: 33.798
3. Manaus/AM: 19.806
4. Salvador/BA: 19.389
5. Porto Alegre/RS: 17.984

 

Leave A Reply

Your email address will not be published.