Sistema inovador, e-Brigada facilita a gestão do PPCI e das equipes de prevenção e combate a emergências

0

Aplicativo móvel oferece diversas funções que tornam mais ágeis as respostas a emergências em empresas e condomínios

A legislação brasileira determina que praticamente todas as edificações tenham o Plano de Prevenção e Proteção de Combate a Incêndio, ou PPCI, que é baseado em um conjunto de ações que possam garantir a segurança das pessoas, incluindo a criação de brigada de emergência. Esse plano é um documento fiscalizado pelo Corpo de Bombeiros para verificar se as instalações e implementações realizadas no local estão de acordo com as normas vigentes.

Mas poucos empresários sabem como potencializar a existência desse plano e da equipe da brigada de emergência. Foi pensando nisso que Regis Chrystian da Silva e Nilson Pickler decidiram criar o e-Brigada, um sistema web e também app, para gestão das ações de prevenção em edificações gerais (empresas, áreas comerciais, eventos com reunião de público e condomínios) com foco na organização de pessoas comuns (moradores e/ou funcionários) e equipes de brigada de emergência treinadas por meio de vídeo aulas e sua integração com o funcionamento das edificações.

Criado em 2019, o e-Brigada tinha a meta de ganhar o mercado brasileiro durante 2020, quando veio a pandemia. “Nossa intenção era atrair ao menos 500 clientes durante o ano passado. Mas como as empresas foram fechadas e as pessoas passaram a trabalhar de casa, tivemos que recuar”, lembra Chrystian. Pickler afirma que, apesar do momento desfavorável em 2020, a empresa não parou. “Aproveitamos para aperfeiçoar nosso software”.

Inovação

O e-Brigada é um sistema inovador. Segundo Chrystian, a ideia surgiu em 2013 durante a graduação nos Estados Unidos. “Vi que havia programa para smartphone que acionava os bombeiros em caso de alguma emergência, mas não mobilizava as equipes da própria universidade”, lembra. “Percebi um potencial nesse conceito e, quando voltei, passei a desenvolver um projeto que pudesse abranger todo o sistema de segurança e prevenção de uma edificação”.

Com o app e-Brigada, Chrystian e seu sócio conseguiram colocar a prevenção de acidentes e sinistros na palma das mãos das pessoas, além de levar informação e qualificação para as brigadas de emergência e demais funcionários de uma empresa, ou moradores de um condomínio. “Solicitar ajuda se tornou um procedimento fácil e rápido, basta acionar o botão “Me Ajuda” e todos os brigadistas da edificação vão receber um chamado”, afirma Pickler.

“Ter uma brigada de emergência, para algumas pessoas não passa de custos adicionais e atendimento a requisitos legais, porém a brigada vai muito além disso. Ela atua principalmente na prevenção”, lembra o empresário. “As conexões simultâneas que nosso sistema promove garantem à ferramenta uma gestão colaborativa, onde cada um fará sua parte para evitar qualquer tipo de emergência, e se mesmo assim houver uma situação crítica, a equipe terá um tempo de resposta 10 vezes mais rápido do que se dependesse apenas do sistema de alarme físico da edificação”.

Avanço em 2021

Depois de verem o ano de 2020 reduzir o crescimento projetado, os sócios apostam na melhoria do mercado durante este ano. “Sei que nosso conceito está à frente do nosso tempo”, reconhece Chrystian. “Estamos trazendo a cultura da prevenção para nosso país e sabemos que leva tempo para as pessoas entenderem isso”. Mesmo assim, a projeção é que este ano termine com mil clientes. “E acreditamos que em dois anos chegaremos a três mil clientes”, afirma o empresário.

Dimensionando a brigada

Consciente das dificuldades para mudar uma cultura de combate a emergências e não de prevenção, os sócios incluíram no e-Brigada um serviço gratuito para que os empresários e condomínios possam dimensionar suas brigadas e equipá-las. “Basta a pessoa entrar no nosso site e acionar o botão calcular brigada”, lembra Pickler.

A empresa irá cobrar somente quando a empresa decidir aderir ao sistema. A partir daí o cliente passara a contar com as aplicações “Me Ajuda”, “Rotas de Fuga”, “Atividades de Rotina”, “Chat”, “Plano de Emergência”, “Lista Única de Pendências”, “Brigada de Incêndio”, “Mini Treinamentos” e “Avaliação do Brigadista”. “Os grupos pertencentes à brigada de emergência devem ser previamente treinados, organizados e capacitados dentro de uma organização, empresa ou estabelecimento para realizar o atendimento em emergências”, lembra Chrystian. “Mas é preciso que haja uma qualificação continuada, por isso incluímos os Mini Treinamentos, inicialmente com 40 vídeos que fazem essa requalificação”, explica.

Leave A Reply

Your email address will not be published.

VOCÊ GANHOU UM CUPOM DE DESCONTO!

Utilize o CUPOM CIPA10 e tenha 10% de Desconto na Assinatura de qualquer Plano da Revista Cipa & Incêndio.

USAR MEU CUPOM CIPA10
* Promoção válida para pedidos realizados até o dia 30.01.2021. Essa promoção não é válida para quem já é assinante da revista e não é cumulativa com outras promoções.
close-link