Uso de mídias sociais na área da saúde apresenta desafios

0

Facebook, Instagram, Twitter, YouTube e Tik Tok. As redes sociais ocupam cada vez mais o cotidiano das pessoas e, por isso, passam a influenciar muitos aspectos da sociedade, especialmente a saúde. A inovação está no modo como as redes são utilizadas. De acordo com a especialista em Direito Médico, Ana Lúcia Amorim, é fácil perceber que o impacto da mídia social já atinge clínicas médicas, principalmente, porque muitos profissionais aderiram a esses canais como forma de divulgar seu trabalho e de consolidar sua marca.

De acordo com a especialista, é necessário que os médicos – em virtude do código de ética -, tomem cuidado ao lidar com pacientes de maneira online. “O que publicamos nas nossas redes gera impactos diferentes nas pessoas e só nós podemos controlar se isso é negativo ou positivo. O que não podemos esquecer é que estes profissionais promovem saúde, segurança e vida e é isso que os pacientes precisam enxergar”, orienta. Ela avalia que se a informação passada tem conteúdo educativo e informativo, não há motivos para não usar essa ferramenta de comunicação.

O Tik Tok, aplicativo de mídia para criar e compartilhar vídeos curtos, tem chamado a atenção da CODAME (Comissão de Divulgação de Assuntos Médicos), pois muitos profissionais da saúde têm usado esta rede social. Até o momento, apenas o CRM de Rondônia emitiu um alerta afirmando que constitui falta de ética anúncios em redes sociais onde médicos, utilizando-se da condição de médico, aparecem em situações indecorosas, apresentando danças ou simulações.

Leave A Reply

Your email address will not be published.

VOCÊ GANHOU UM CUPOM DE DESCONTO!

Utilize o CUPOM CIPA10 e tenha 10% de Desconto na Assinatura de qualquer Plano da Revista Cipa & Incêndio.

USAR MEU CUPOM CIPA10
* Promoção válida para pedidos realizados até o dia 30.01.2021. Essa promoção não é válida para quem já é assinante da revista e não é cumulativa com outras promoções.
close-link