Equipe de limpeza de faculdade no interior de SP recebe treinamento sobre EPIs

1
A atividade foi desenvolvida com aproximadamente 25 funcionários (Foto: Reprodução/ Central FAI de Comunicação)

Pensando na segurança e conscientização dos funcionários do setor de limpeza e na adequação à legislação vigente, as FAI (Faculdades Adamantinenses Integradas), da cidade de Adamantina (SP), realizaram, por meio de uma empresa especializada em treinamentos corporativos na área de Segurança do Trabalho e Meio Ambiente, um treinamento sobre o uso de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual).

A atividade foi desenvolvida com aproximadamente 25 funcionários no dia 9 de junho, no Campus II, sob a responsabilidade do engenheiro de segurança do trabalho Leonardo Henrique do Nascimento, da a LHN Consultoria Ambiental e Segurança do Trabalho.

Durante o treinamento, os funcionários receberam orientações a respeito da Norma Regulamentadora nº 6, da Portaria nº 3.214 de 8 de junho de 1978, do Ministério do Trabalho, que rege sobre os Equipamentos de Proteção Individual. “De acordo com a norma o empregador tem obrigação de fornecer os EPIs de forma gratuita ao trabalhador, além de exigir e fiscalizar o seu uso durante a execução do serviço relacionado, configurando ato faltoso do funcionário a recusa da utilização, sendo cabíveis advertências, suspensões ou demissões por justa causa. É direito do colaborador que o EPI contenha o Certificado de Aprovação do Ministério do Trabalho”, orientou Nascimento.

O engenheiro ressaltou ainda que o que não pode é o funcionário ficar sem usar EPI. “A empresa precisa agir dentro da legalidade, fornecer o EPI adequado à função e instruir seus funcionários sobre o uso correto e importância da utilização. É importante lembrar que a lei se aplica a ambas as partes e o empregado precisa se atentar a isso. Ele tem direitos, mas também tem obrigações”, pontuou, ao lembrar que o empregador precisa garantir o uso do EPI e evitar problemas posteriores.

Para a FAI, o foco principal nesse processo, demonstrado por meio dessa atividade, é a conscientização do funcionário por meio de treinamentos, conversas e palestras.

Fonte: Siga Mais/ Daniel Torres | Colaborou: Leonardo Henrique do Nascimento

1 Comment
  1. pricila says

    Muito esclarecedor esse artigo.

Leave A Reply

Your email address will not be published.